Missionários Combonianos em Moçambique

O PAPA FRANCISCO EM MOZAMBIQUE

Nos dias 4, 5 e 6 de Setembro, o Pontífice visitou Maputo, capital de Moçambique, onde, na Nunciatura Apostólica, recebeu a visita de alguns dos responsáveis das Escolas Ocorrentes e de um grupo de participantes nos programas da Fundação.
Além do encontro com o Presidente da República e as autoridades, ele realizou um encontro inter-religioso com os jovens e outro com bispos, sacerdotes, religiosos, religiosas, consagrados e seminaristas, catequistas e animadores...
Ele também conheceu membros da comunidade de Xai-Xai, uma cidade devastada pelas cheias em 2000, e visitou a Casa Matteo 25, uma iniciativa para ajudar crianças de rua e jovens.
O Santo Padre foi ao Hospital do Zimpeto, que tem um centro dedicado à luta contra a AIDS e a desnutrição na África, e depois celebrou a missa no estádio do mesmo nome.
Durante esta visita a Moçambique, com suas palavras, o Papa transmitiu a mensagem de reconciliação que havia anunciado antes da viagem, diante da chegada a um país ainda imerso em um longo processo de paz.
Assim, no seu discurso às autoridades, o Bispo de Roma encorajou os moçambicanos a continuarem a trabalhar pela "coragem da paz". "Uma coragem de grande altura, não a da força bruta e da violência, mas a que é gestada na busca incansável do bem comum", explicou.
Por outro lado, no discurso do encontro inter-religioso com os jovens, o Papa Francisco exortou-os a não deixá-los "roubar sua alegria", o desejo de realizar seus sonhos, especialmente o de viver em um país em paz.
E convidou-os a sonharem juntos: "Sonhem com os outros, nunca contra os outros; sonhem como vocês sonharam e prepararam este encontro: todos unidos e sem barreiras. Isto faz parte da 'nova página na história' de Moçambique.